Ozias Valentim ingressa com pedido de reintegração de posse do prédio do Centro Social

O entrave acerca do prédio que sediava o Centro Social União e Trabalho, no bairro da Bela Vista, área urbana de Vitória de Santo Antão, segue agora para a esfera judicial. Em carta aberta aos vitorienses, o presidente da instituição filantrópica, Ozias Valentim, afirmou que o centro foi invadido ilegalmente e que ingressou com pedido de reintegração de posse, que se encontra em tramitação no Fórum do município.

O prédio foi desocupado pela Prefeitura da Vitória em 25 de maio. A ação ocorreu após a solenidade de formatura dos cursos de artesanato e educação ambiental, corte e costura básico e arte em biscuit. Os móveis da instituição e as placas de identificação foram retirados do local. O secretário da Assessoria Especial e o secretário de Defesa Social do município acompanharam a desocupação. Guardas Municipais realizaram a escolta.

“Todos os objetos retirados, até a presente data, não foi informado pela Prefeitura e nem pela Guarda Municipal, onde os mesmo se encontram, os quais foram levados em dois caminhões tipo baú”, disse Ozias.

Ainda segundo o presidente do Centro Social, não houve notificação prévia do prefeito e da Procuradoria Geral do Município, conforme determina a Lei Orgânica. “Após o registro do Boletim de Ocorrência, a instituição ilegalmente invadida ingressou judicialmente com o pedido de reintegração de posse, o qual se encontra em tramitação no Fórum da Vitória de Santo Antão”, afirmou.

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *