Após protesto, Compesa diz que estudará melhorias no abastecimento dos Jardins da Vitória

Moradores do Conjunto Habitacional Jardins da Vitória realizaram, na manhã desta sexta-feira (16), protesto em frente à Gerência Regional da Compesa, situada na Avenida Henrique de Holanda, em Vitória de Santo Antão. Exibindo faixas e cartazes, o grupo reivindicou melhorias no abastecimento de água.

De acordo com os moradores, a água não tem chegado aos dias previstos e como não possuem locais para armazenamento, acabam ficando sem o líquido.

Os síndicos e moradores foram recebido pelo gerente da Unidade de Negócios da Compesa  em Vitória de Santo Antão, Mozart Alencar. Segundo a companhia, foi preciso retomar o rodízio com intervalo de 17 dias para ao local, desde que houve o rompimento da Adutora de Tapacurá e pelas dificuldades de se acessar e consertar o trecho da tubulão danificada. A previsão é concluir o reparo até a próxima quarta-feira ( 21).

Ainda segundo a Compesa, está sendo realizado abastecimento complementar na localidade por meio de carros-pipa. “Estão sendo enviados dois carros-pipa que totalizam  quatro viagens por dia para atender os 896 apartamentos. A companhia se comprometeu a analisar todas  as questões levantadas pelos  moradores e que estudará a possibilidade de disponibilizar o atendimento com pipas também aos sábados e domingos”, disse em nota.

Sobre os valores das faturas, foi esclarecido que boa parte dos clientes estão sendo cobrados pela tarifa mínima (consumo de até 10 metros cúbicos de água) e mais a tarifa de 80% sobre o serviço do esgoto. A companhia também informou os procedimentos e a validação dos clientes que solicitaram a inclusão no programa da Tarifa Social.

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *