A batalha silenciosa pelo comando da Casa Diogo de Braga

Arthur Andrade
11/11/2016

Primeiramente, faço questão de me desculpar pelo “abandono” da coluna, justamente na reta final das eleições 2016. Porém, entendo ter sido por um motivo compreensível, uma vez que passei a estar envolvido diretamente nas campanhas e certamente esse fato poderia afetar a imparcialidade na forma de repassar as informações.

Pois bem, a coluna retorna falando sobre a eleição para a mesa diretora na Câmara de Vereadores, que acontecerá no primeiro dia do ano de 2017, logo após a posse do prefeito e vereadores eleitos. Por incrível que pareça, boa parte dos eleitores acreditam que o vereador mais votado nas eleições municipais é automaticamente o presidente da Câmara. De certa forma, eles estão até corretos, pois o vereador mais votado é quem dá posse ao prefeito e aos vereadores, na sessão solene de instalação da legislatura. Mas, logo após a posse de todos, inicia-se a eleição interna para composição da mesa diretora, que é composta de presidente, vice-residente, 1° secretário e 2° secretário.

Trazendo o tema para o contexto local, vê-se que muitos esperam uma disputa acirrada pela presidência da Câmara e acreditam de verdade que a mesma será definida voto a voto, apenas no dia 01 de janeiro. Acontece que uma das características desse tipo de disputa é que momentos antes de acontecer, já se sabe o resultado e muitas das vezes, o pré-candidato futuramente derrotado, sequer apresenta sua candidatura, para evitar um desgaste maior. O que se fala na Terra das Tabocas é que a disputa pela presidência está entre os recém-eleitos André Saulo (André de Bau) e Romero Querálvares.

Agora, resta saber se haverá interferência direta do prefeito eleito, Aglailson Júnior, na Casa Diogo de Braga. Será que ele vai iniciar o mandato em clima belicoso com boa parte dos edis ou irá pavimentar estrada para criação de amplo palanque para 2018?

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *