Em Vitória, PMs aparecem de surpresa em aniversário de criança que sonha ser policial do GATI

NogueiraJunior
19/09/2017

Durante o patrulhamento ostensivo no Centro de Vitória de Santo Antão, cinco policiais do Grupo de Apoio Tático Itinerante (GATI), do 21º Batalhão Monte das Tabocas, foram surpreendidos por uma ocorrência um tanto inusitada no domingo (17). Os PMs foram acionados para fazer uma surpresa na festa do menino de 4 anos no Bairro Mário Bezerra, na área urbana do município.

A mãe do garotinho Willamys não mediu esforços e foi até as viaturas solicitar a presença dos militares no aniversário do filho – que tem o sonho de ser policial do GATI. Com o tema da festa em homenagem ao grupamento, os PMs sem pensar duas vezes foram à residência da criança e realizaram o sonho do pequeno.

Willamys não aguardava o presente de aniversário e foi pego de surpresa. Vestido com fardamento da corporação, ele pousou para fotos ao lados dos combatentes. “Para nós, é gratificante demais, fazemos um serviço difícil, temos altos e baixos e são essas situações que nós fazem ter ânimo e força de vontade para continuar. As crianças são o futuro da Nação”, contou o cabo Alessandro.

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Polícia garante segurança no São João de Vitória

NogueiraJunior
23/06/2017

Para atuar nos três dias de festa em Vitória de Santo Antão, o major Robério Luiz, comandante do 21º Batalhão Monte Tabocas, afirmou a presença de mais de 60 policiais militares garantindo a segurança no São João. Os shows vão acontecer no Pátio de Evento Otoni Rodrigues, área central do município e contará com policiamento dentro e fora do local para reprimir as ações criminosas.

De acordo com o major Robério, equipes do Grupo de Apoio Tático Itinerante (GATI) e Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas (ROCAM) estarão realizando o patrulhamento a pé e motorizado, além do efetivo ordinário já escalado. Robério também disse que a equipe do Serviço de Inteligência da PM participará também da Operação São João.

“Podem vir tranquilos participar das festividades, a Polícia Militar vai estar aqui para dar segurança à população. Agora a gente aconselha que o pessoal venha com espírito desarmado, com o objetivo de brincar e não causar problema”, disse o comandante.

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Guarda Municipal mostrando serviço

NogueiraJunior
22/06/2017

As ações do grupamento da Rondas de Apoio ao Cidadão (RONDAC), da Guarda Civil Municipal de Vitória de Santo Antão, estão dando o que falar. Nos últimos dias, duas apreensões foram feitas pelos agentes. A primeira delas ocorreu na última quarta-feira (14) no Bairro Santana. Dois suspeitos foram presos em flagrante por tráfico de drogas. Eles estavam com um pacote de maconha no momento em que foram abordados.

No domingo (17), outra equipe, deteve um suspeito de roubo no Bairro Campinas, próximo a Avenida Henrique de Holanda, também em Vitória. Uma motocicleta roubada e dois aparelhos celulares foram recuperados.

Com essas ações, nota-se uma dedicação dos agentes municipais no combate a criminalidade no município. Apesar de não possuírem ainda o porte de arma de fogo, é notório – a coragem e determinação para desenvolver as atividades.

APROVADA LEI QUE PERMITE O PORTE DE ARMA PARA OS GUARDAS MUNICIPAIS

A Lei 13.022/2014 decorre de projeto apresentado pelo deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP). “Aos guardas municipais é autorizado o porte de arma de fogo, conforme previsto em lei”, diz o texto oficial. Estabelece, porém, que o direito pode ser suspenso “em razão de restrição médica, decisão judicial ou justificativa da adoção da medida pelo respectivo dirigente”.

De acordo com a regra, além da segurança patrimonial, estabelecida pelo Artigo 144 da Constituição Federal, as guardas terão poder de polícia. Elas poderão atuar na proteção da população, no patrulhamento preventivo, no desenvolvimento de ações de prevenção primária à violência, em grandes eventos e na proteção de autoridades, bem como em ações conjuntas com os demais órgãos de defesa civil.

Com a aprovação da lei, os profissionais também deverão utilizar uniformes e equipamentos padronizados, mas sua estrutura hierárquica não poderá ter denominação idêntica à das forças militares. Porém até agora não se viu interesse do poder público municipal na implantação das novas regras.

Informações complementares da Agência Brasil

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Comandante do 21º Batalhão das Tabocas é promovido por merecimento

NogueiraJunior
25/03/2017

O comandante do 21º Batalhão da Polícia Militar, Major Edvaldo Cézar de Moraes, foi promovido ao posto de tenente coronel, conforme publicado no Diario Oficial do Estado de Pernambuco. As promoções do Quadro de Oficiais começaram a contar do dia 6 de março, porém só foram divulgadas na manhã deste sábado (25).

A unidade comandada pelo oficial atende os respectivos municípios: Vitória de Santo Antão, Escada, Primavera, Amaraji, Pombos, Glória do Goitá, além do Distrito de Juçaral, no Cabo de Santo Agostinho. Cézar começou a comandar o Batalhão das Tabocas no dia 1 de janeiro deste ano.

Foto: Gilmar Santos/Cortesia

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

21° BPM: a unidade vitrine da Polícia Militar de PE

NogueiraJunior
24/02/2017

O que o 21º Batalhão das Tabocas têm de especial? Essa pergunta é a que muitos cidadãos vitorienses estão fazendo. O dia começou bastante pesado. Tudo iniciou na tarde desta quarta-feira (22), com uma passeata. Um grupo de familiares de praças, que são ligados à Associação de Cabos e Soldados (ACS) saíram em caminhada da Avenida Agamenon Magalhães até o Fórum Desembargador Rodolfo Aureliano, no bairro da Joana Bezerra.

A princípio, o ato iria para o Palácio do Governo, no bairro de Santo Antônio, porém houve algumas mudanças – isto porque – houve uma suposta de informação de haver mandados de prisão em desfavor de Allbérisson Carlos, presidente da ACS e Nadelson Leite, vice, o tenente Vladimir Assis, da Associação dos Militares do Estado de Pernambuco, e do sargento Glaustony Wanderley Galvão, todavia a informações foram negadas pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE).

Na verdade, ocorreu uma reunião do Conselho Especial de Justiça para decretar a prisão preventiva dos militares. O que chamou a atenção durante a votação foram os escolhidos. A maioria já passou pelo 21º Batalhão das Tabocas são eles: Ten Coronel Cabral, Major Renato Aragão e o atual comandante da unidade, Major Cézar. Na audiência, também participaram o Juiz Militar e o Ten Coronel Santiago. Dos que passaram pelo 21º BPM apenas o Major Renato votou contra a prisão. Em contrapartida, Cabral e Cézar votaram a favor. Já no contexto geral, o Juiz Militar também votou contra a prisão, o que reforçou a virada por 3×2.

Eles são apontados como os líderes do movimento deflagrado pela corporação por melhores condições de trabalho, equiparação salarial com a Polícia Civil e também estão sendo responsabilizados por incitar a paralisação da categoria. A ação criminal foi ajuizada pelo Ministério Público de Pernambuco, através da Promotoria de Justiça Criminal da Capital, no último dia 1º. O promotor Diego Pessoa Costa denuncia os militares pelos crimes do Código Penal Militar de motim, reunião ilícita, revolta, conspiração, calúnia, injúria e publicação ou crítica indevida. Fazendo uma análise fria, observasse que o Batalhão das Tabocas é uma unidade vitrine da Polícia Militar de Pernambuco. Muitos que passaram a comandar se promoveram na carreira – sendo mais especifico no mês de março.

Na noite desta quarta-feira (22), militares comentaram nas redes sociais mensagens de repúdios aos oficiais que votaram a favor. Vamos observar qual será a reação das tropas comandadas pelos dois oficiais em relação ao posicionamento dos mesmos. Aguardemos os próximos capítulos que serão escritos para conhecimento da população. Para finalizar, uma incógnita: será que o Governador vai reprimir, de forma silenciosa, os policiais que votaram a favor da categoria?

*Com informações adicionais do Diario de Pernambuco e sites

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone