Comandante do 21º Batalhão das Tabocas é promovido por merecimento

NogueiraJunior
25/03/2017

O comandante do 21º Batalhão da Polícia Militar, Major Edvaldo Cézar de Moraes, foi promovido ao posto de tenente coronel, conforme publicado no Diario Oficial do Estado de Pernambuco. As promoções do Quadro de Oficiais começaram a contar do dia 6 de março, porém só foram divulgadas na manhã deste sábado (25).

A unidade comandada pelo oficial atende os respectivos municípios: Vitória de Santo Antão, Escada, Primavera, Amaraji, Pombos, Glória do Goitá, além do Distrito de Juçaral, no Cabo de Santo Agostinho. Cézar começou a comandar o Batalhão das Tabocas no dia 1 de janeiro deste ano.

Foto: Gilmar Santos/Cortesia

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

21° BPM: a unidade vitrine da Polícia Militar de PE

NogueiraJunior
24/02/2017

O que o 21º Batalhão das Tabocas têm de especial? Essa pergunta é a que muitos cidadãos vitorienses estão fazendo. O dia começou bastante pesado. Tudo iniciou na tarde desta quarta-feira (22), com uma passeata. Um grupo de familiares de praças, que são ligados à Associação de Cabos e Soldados (ACS) saíram em caminhada da Avenida Agamenon Magalhães até o Fórum Desembargador Rodolfo Aureliano, no bairro da Joana Bezerra.

A princípio, o ato iria para o Palácio do Governo, no bairro de Santo Antônio, porém houve algumas mudanças – isto porque – houve uma suposta de informação de haver mandados de prisão em desfavor de Allbérisson Carlos, presidente da ACS e Nadelson Leite, vice, o tenente Vladimir Assis, da Associação dos Militares do Estado de Pernambuco, e do sargento Glaustony Wanderley Galvão, todavia a informações foram negadas pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE).

Na verdade, ocorreu uma reunião do Conselho Especial de Justiça para decretar a prisão preventiva dos militares. O que chamou a atenção durante a votação foram os escolhidos. A maioria já passou pelo 21º Batalhão das Tabocas são eles: Ten Coronel Cabral, Major Renato Aragão e o atual comandante da unidade, Major Cézar. Na audiência, também participaram o Juiz Militar e o Ten Coronel Santiago. Dos que passaram pelo 21º BPM apenas o Major Renato votou contra a prisão. Em contrapartida, Cabral e Cézar votaram a favor. Já no contexto geral, o Juiz Militar também votou contra a prisão, o que reforçou a virada por 3×2.

Eles são apontados como os líderes do movimento deflagrado pela corporação por melhores condições de trabalho, equiparação salarial com a Polícia Civil e também estão sendo responsabilizados por incitar a paralisação da categoria. A ação criminal foi ajuizada pelo Ministério Público de Pernambuco, através da Promotoria de Justiça Criminal da Capital, no último dia 1º. O promotor Diego Pessoa Costa denuncia os militares pelos crimes do Código Penal Militar de motim, reunião ilícita, revolta, conspiração, calúnia, injúria e publicação ou crítica indevida. Fazendo uma análise fria, observasse que o Batalhão das Tabocas é uma unidade vitrine da Polícia Militar de Pernambuco. Muitos que passaram a comandar se promoveram na carreira – sendo mais especifico no mês de março.

Na noite desta quarta-feira (22), militares comentaram nas redes sociais mensagens de repúdios aos oficiais que votaram a favor. Vamos observar qual será a reação das tropas comandadas pelos dois oficiais em relação ao posicionamento dos mesmos. Aguardemos os próximos capítulos que serão escritos para conhecimento da população. Para finalizar, uma incógnita: será que o Governador vai reprimir, de forma silenciosa, os policiais que votaram a favor da categoria?

*Com informações adicionais do Diario de Pernambuco e sites

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone