Tiros e correria na Praça da Matriz no feriado

NogueiraJunior
22/04/2017

Mais uma vez a cena se repete: tiros, correria e tumulto na Praça da Matriz. A noite do feriado desta sexta-feira (21) foi de tensão para os frequentadores do local, o qual antes era tido como um ambiente familiar. O pânico começou quando um rapaz, após uma discussão, sacou uma arma, e atirou contra outro jovem. Dois disparos foram efetuados, porém, um deles atingiu a vítima na nádega.

Socorrido para o Hospital João Murilo de Oliveira (HJMO), a vítima recebeu os primeiros socorros e não corre risco de morte. Apesar do susto, ele foi encaminhado para uma unidade no Recife, de acordo com os socorristas.  A Polícia Militar foi acionada e fez diligências para tentar capturar o autor dos disparos, que até o momento encontra-se foragido.

Uma estudante de 22 anos contou a nossa reportagem que foi a primeira e última vez que esteve no local. “Eu vim porque uns amigos me chamaram, mas nem deveria ter vindo. A gente observa que tem muita gente mal intencionada: consumo de drogas, tráfico e outras coisas que tenho medo até falar, mas não irei mais retornar a este local – prefiro ir para um barzinho acho mais seguro”, disse a jovem que não quis se identificar.

Já um comerciante revelou que por conta da insegurança está fechando o estabelecimento mais cedo. “Estou indo pra casa mais cedo. Quando chega a determinado horário o clima fica pesado por aqui. E para não ser vítima da violência, prefiro voltar pra casa mais cedo”, revelou o senhor de 53 anos.

Foto: Bruno Valois/Cortesia

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

3 Comments

  1. triste né? porque vitória é uma cidade que ja não tem pra onde se ir… principalmente com crianças. Não existe um local que se possa ir a noite com as crianças a não ser o shopping (prepare um bom dinheiro pra isso, porque vc não sai de la indo com criança e gastando menos de 150 reais numa noite) ou a praça da matriz (que pelo menos é de graça) agora não se tem para onde ir, porque policiamento não há. Segurança zero!!! que tristeza para nossa cidade!

  2. Enquanto a Briosa Polícia Militar de Pernambuco fizer vista grossa com alcoolemia e porte ilegal de armas, esta situação desastrosa, abominante e execrável continuará perene nesta artéria da cidade, outrora nobre!

Comments are closed.