‘Preparamos um Carnaval muito tranquilo para o folião’, garante SDS

Para combater a violência e garantir a segurança do folião durante o período de Carnaval, a Secretaria de Defesa Social (SDS) terá um reforço de 32% no efetivo, entre policiais militares, civis e científicos, para os dias de Momo. O secretário de Defesa Social do Estado, Antônio de Pádua, afirmou que o reforço do policiamento vai trazer uma festa mais tranquila.

“Preparamos um carnaval muito tranquilo para o folião. Alguns policiais militares vinham do interior para dar o reforço necessário para o Carnaval, mas esse ano tivemos um aumento de 32% no lançamento de policiais, não só para o Galo, mas para todo o Carnaval”, disse.

Ao todo, serão 41.147 policiais trabalhando do Sábado de Zé Pereira (10) à Quarta-Feira de Cinzas (14). Este número inclui os 1.500 novos policiais militares formados em 2017 e os 1.214 policiais civis e científicos, que concluíram o curso de formação na última segunda-feira (5). No ano passado, o total do operacional foi de 31.213 postos de trabalho.

Pádua afirma que todos os polos espalhados por Pernambuco serão reforçados. “É um grande evento. O carnaval é a maior festa de Pernambuco e do Brasil, e, para essa grande festa, fizemos um grande planejamento de segurança”.

Para cumprir o plano, o secretário detalha o projeto da SDS. “Este planejamento inclui muitos policiais militares nas ruas, com muitos policiais civis fazendo o trabalho judiciário da polícia, policiais da Polícia Científica, Bombeiros e também o pessoal da Corregedoria da Secretaria de Defesa Social para caso de eventuais situações que envolvam o abuso por parte de agentes públicos”, completou.

Galo da Madrugada
Só para o Galo da Madrugada, diz o secretário Antonio de Pádua, serão cinco mil policiais em todo o percurso e adjacências. “Faremos isso para dar segurança ao folião não só no percurso, mas também para quem chega e sai do Galo. Teremos policiamento fluvial, dois helicópteros sobrevoando essa área toda e suporte do Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR), de onde acompanhamos todas as atividades das policiais durante a folia”, disse.

Alerta Celular
Em caso de perda do celular, o secretário pede para que a população cadastre o seu aparelho no sistema Alerta Celular. “A gente sugere que o folião inclua seu celular no Alerta Celular porque, caso ele perca seu celular, quando recuperarmos devolveremos para o verdadeiro dono”, finalizou.

 

FolhaPE

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *