Liminar determina pagamento de medicação do garoto Guigui

Após uma mobilização de longos meses nas redes sociais para custear o tratamento do pequeno Guilherme de Lima Gomes, portador da Atrofia Muscular Espinhal (AME) do tipo 1, a família do garoto de 1 ano e 7 meses, morador de Vitória de Santo Antão, tem muito o que comemorar: uma liminar na Justiça de Pernambuco determina o imediato custeio da medicação Spinraza, que é importada e necessária para o tratamento do menor.

A informação foi publicada na página oficial da campanha “Ame Guigui” na noite desta segunda-feira (08), e compartilhada por inúmeros seguidores.

O medicamento, que chega a custar 175 mil dólares por dose está disponível nos Estados Unidos e promete estagnar a doença, que não tem cura. Segundo informação emitida pelo Escritório Couto & Ribeiro Advogados Associados, responsável pela intervenção jurídica do caso, “o plano de saúde já se manifestou nos autos do processo e já informou que está providenciando a importação do medicamento”.

No entanto, datas e prazos não foram informados.

Entenda o caso – Assim que recebeu o diagnóstico da doença, os parentes de Guilherme de Lima Gomes iniciaram uma vaquinha na internet para poder arcar com o tratamento da criança. A medicação é cara e a família não pode comprar.

A campanha em prol do garoto busca arrecadar cerca de 3 milhões de reais, um total que custearia todo o tratamento.  Para fazer a doação pela internet, basta acessar o endereço:  www.vakinha.com.br/vaquinha/ameguilherme.

A matéria será atualizada nesta terça-feira. 

 

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *