Desvio de recursos na Casa Militar do Governo de Pernambuco é foco de operação da PF

A Polícia Federal de Pernambuco cumpre, desde o início da manhã desta quinta-feira (9), uma operação para desarticular um esquema criminoso de desvio de recursos públicos, fraudes em licitações e corrupção de servidores públicos vinculados à Secretaria da Casa Militar do Estado de Pernambuco. São cumpridos no Recife e Região Metropolitana 15 mandados de prisão temporária,19 de condução coercitiva e 36 de busca e apreensão. Também é realizado um mandado de condução coercitiva no Pará.

Todos os presos serão levados para a sede da Polícia Federal em Pernambuco, no Cais do Apolo, onde serão interrogados. Dependendo do grau de envolvimento, eles responderão por crimes como peculato, fraude em licitação, corrupção ativa e passiva e associação criminosa. Após serem ouvidos, todos serão encaminhados ao Instituto de Medicina Legal (IML), para a realização de exame de corpo de delito. Em seguida, eles serão encaminhados à audiência de custódia.

Casa Militar

Os prejuízos aos cofres públicos ainda estão sendo contabilizados. A Casa Militar é um órgão da administração direta, subordinado diretamente ao Governador do Estado. É uma instituição destinada, fundamentalmente, para a proteção dos altos interesses do Estado, do governo e de seu povo. Entre as suas funções estão a segurança da máxima autoridade do Estado e da sede do governo. A Casa Militar é uma das secretarias integradas ao Palácio do Campo das Princesas. O Secretário-Chefe da Casa Militar possui as mesmas prerrogativas, direitos e vantagens atribuídas aos Secretários de Estados.

 

Folha de Pernambuco

Foto: Arthur Mota/FolhaPE

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *