Preso último suspeito de integrar quadrilha de assaltantes

A Polícia Federal em Pernambuco apresenta, nesta segunda-feira, a prisão do último alvo da Operação Espinhos, deflagrada no dia 14 de setembro para desarticular uma quadrilha de assaltantes de bancos e estabelecimentos comerciais que atuava em Pernambuco. O suspeito foi detido por volta das 11 h da sexta-feira passada, no bairro de Água Fria, no Recife. De acordo com a PF, a quadrilha também é suspeita do assalto à loja informática Nagem, na Rua do Imperador e de uma joalheria em Vitória de Santo Antão.

As investigações apontaram que o foragido estaria escondido em uma residência na localidade. Foi montado um cerco policial em todo o quarteirão, a casa foi cercada e sem oferecer nenhuma resistência o assaltante entregou-se à polícia. Levado até a sede da Polícia federal, ele foi indiciado pelo crime de organização criminosa e roubo qualificado com emprego de arma de fogo e, caso seja condenado, poderá pegar penas eu variam de seis a 12 anos de reclusão. Após passar pela audiência de custódia, o preso foi encaminhado ao Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), onde  ficará a disposição da Justiça Federal.

Ao todo, os 50 policiais federais deram cumprimento a cinco mandados de prisão preventiva, umaccondução coercitiva e sete mandados de busca e apreensão na Linha do Tiro e Alto da Conquista, no Recife e nos bairros de Beberibe e Águas Compridas, em Olinda.

As investigações tiveram início após o assalto à agência da Caixa Econômica Federal (CEF) do Espinheiro, na Rua da Hora, no dia cinco de maio deste ano. Por volta das 14h25, os assaltantes, todos armados, realizaram a investida, que durou cerca de cinco minutos. Enquanto três suspeitos atuavam na área dos terminais eletrônicos, antes da porta detectora de metais, rendendo os dois vigilantes, um terceiro e quarto integrantes que já estavam dentro da agência, um deles vestido com fardamento de uma empresa de segurança privada, roubaram as armas dos vigilantes. Um quinto integrante deu cobertura à ação, posicionando-se na porta que dá acesso ao interior do banco. Após dominarem a situação, os bandidos roubaram o dinheiro do guichê de atendimento aos clientes, fugindo em seguida.

No dia oito de maio, por volta das 13h30, a Polícia Federal, em uma ação conjunta com a Polícia Militar, conseguiu prender Paulo Henrique Andrade, de 35 anos, que teria participado do assalto vestindo farda de segurança. Na casa dele foi encontrado um revólver calibre 38 com seis munições que havia sido furtado de um dos vigilantes do banco, além de uma balança de precisão e uma pequena quantidade de maconha.

 

Diario de Pernambuco

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *