Prêmio Marco Maciel homenageia instituições que contribuem para transparência e ética

Reconhecer as instituições que contribuem de maneira ética e transparente para a melhoria da relação público-privada é a proposta do Prêmio Marco Maciel: Ética e Transparência entre o Público e o Privado. A premiação é promovida pela Associação Brasileira de Relações Institucionais e Governamentais (Abrig) e foi lançada nesta terça-feira, 19, com a participação do ministro da Educação, Mendonça Filho.

Para Mendonça Filho, apoiar iniciativas que promovam a transparência e a ética é bom para o cidadão, para as instituições e para o Brasil. “Qualquer exercício que estimule a cidadania, a transparência, os papéis dos poderes e dos representantes que de certo modo recebem influência democrática da sociedade organizada devem obedecer regras de transparência e de responsabilidade e de compromisso social”, disse.

Advogado, professor e político brasileiro, Marco Maciel, 77 anos, é natural de Pernambuco. Foi vice-presidente da República entre os anos de 1995 a 2002 e ministro da Educação entre 1985 e 1986. Além disso, foi deputado estadual, deputado federal, senador e governador de Pernambuco. Atualmente, integra a Academia Brasileira de Letras. Ele foi representado durante o lançamento do prêmio pelo primo, o jurista Everardo Maciel. A esposa do político, Anna Maria Maciel e os filhos também estiveram presentes. A Abrig, que homenageia o político por meio do prêmio, reúne profissionais de relações institucionais e governamentais interessados em serem representantes da área no debate público sobre a participação da sociedade civil e do setor privado nos processos de decisão política.

Para o presidente da Abrig, Guilherme Cunha da Costa, a homenagem a Marco Maciel é mais do que merecida pela sua trajetória política e pela contribuição dada por ele à sociedade. “O senador Marco Maciel é um ícone da vida política desse país. Honrou Pernambuco, honrou o Brasil, honrou todos os cidadãos buscando sempre o interesse coletivo e é mais do que merecida essa homenagem a ele. Fora isso, como se não bastasse, foi a pessoa que em 1984 propôs um projeto de lei para que se regulamentasse a participação da sociedade nas políticas públicas”.

 Essa é a primeira edição do prêmio, que é dividido em cinco categorias: instituição pública, instituição privada, relações institucionais e governamentais, veículos de comunicação e academia. Os três melhores colocados em cada uma receberão um certificado e estarão automaticamente convidados a participar, sem custo de inscrição, de cursos e seminários da Abrig até agosto de 2019.

O período de inscrições vai de 1 de outubro a 30 de maio de 2018. Já o resultado será divulgado no dia 17 de julho de 2018 e a cerimônia de premiação está prevista para ocorrer em 17 de agosto do mesmo ano. Podem participar profissionais e instituições, com trabalhos produzidos entre 1º de fevereiro de 2017 e 30 de abril de 2018. As inscrições devem ser feitas pelo e-mail contato@abrig.org.br.

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *