Pernambuco cria mais de 4 mil vagas de emprego em agosto

A proximidade das festas de fim de ano faz do mês de agosto, tradicionalmente, um período favorável à geração de empregos. Tanto que, justamente no mês passado, os saldos de empregos formais no Brasil e em Pernambuco foram positivos, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). No estado, o quarto maior saldo positivo do país, foram criadas 4.206 novas vagas considerando a diferença entre admissões e demissões, um crescimento de 0,34% em relação ao estoque do mês anterior. O saldo é o maior desde agosto de 2014.

No Brasil, o saldo positivo foi de 35.457 novos postos de trabalho – crescimento de 0,09% em relação ao estoque do mês anterior. O Nordeste foi, inclusive, a região de maior destaque na geração de empregos no período. Juntos, os estados nordestinos totalizaram 19.964 novas vagas, contra 5.935 na região Sul e 4.655 no Centro-Oeste.

Cinco dos oito setores de tiveram crescimento no nível de emprego em agosto, na perspectiva nacional. Os números positivos foram dos setores de serviços, com 23.299 novos postos (+0,14%); indústria de transformação; com saldo de 12.873 postos (+0,18%); comércio, com 10.721 novos postos (+0,12%); construção civil, com 1.017 novas vagas (+0,05%); e administração pública, que teve crescimento de 528 postos (+0,06%).

“Os números apontam a importante continuidade da retomada do crescimento do emprego no estado, em agosto. Esses números podem ficar ainda melhores nos próximos meses”, argumentou o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira. Foi o quinto mês consecutivo e o sexto do ano em que o Caged registrou um número maior de contratações do que de demissões.

De volta ao dado estadual, o setor da indústria de transformação foi o responsável por puxar o desempenho positivo com a abertura de 1.927 novos postos formais. A agropecuária ficou em segundo lugar (1.802 novos postos), seguido pelos serviços, responsáveis por 673 novas vagas.

A avaliação por municípios mostra Igarassu, na Região Metropolitana do Recife, na liderança do mês. Por lá foram abertas 2.150 vagas no período, um crescimento de 15,6%, puxado pelo polo industrial instalado na região, que inclui fabricantes de bebidas, entre outros. Petrolina, no Sertão, aparece em segundo lugar, com 1.313 postos e Bezerros, no Agreste, em terceiro, responsável por 333 vagas.

 

Folha de Pernambuco

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *