Jarbas promete continuar com Paulo Câmara

Apesar do senador Romero Jucá (PMDB) ter anunciado o lançamento de uma candidatura própria da sigla em Pernambuco, o senador Jarbas Vasconcelos (PMDB) garantiu que as chances de não apoiar o governador Paulo Câmara (PSB), em 2018, são “zero” e admitiu, até mesmo, subir no mesmo palanque que o PT, diante da possibilidade de uma aliança entre PSB e petistas. Na noite da última quarta, Vasconcelos e Jucá tiveram uma conversa em Brasília, onde teria sido comunicada a ida do grupo dos Coelho ao partido e iniciado uma articulação para um consenso entre as lideranças. “Eu posso ser acusado de tudo, menos de ser uma pessoa intolerante.

O PT chegou, deixa ele chegar, não faz mal nenhum, eu não vou me incomodar não”, afirmou, em entrevista a uma rádio local, ontem. Segundo ele, a aliança não teria a hegemonia do PT. “Não há possibilidade de eu me abraçar com o PT. Eu não estou chegando no palanque deles, eles é que estão chegando”, avaliou.

Em relação à possibilidade do ingresso dos Coelho no PMDB, admitiu que está tentando chegar a um entendimento com o senador Fernando Bezerra Coelho (PSB). Jarbas não poupou elogios as lideranças do grupo. “Eu sou fundador do MDB, do PMDB eu sempre busquei crescer o partido e não inchar o partido. Fernando Bezerra engrandece o partido”,disse.

A ida de Bezerra ao PMDB é uma peça que não se encaixa no discurso de Jarbas de manter a aliança com o PSB. O grupo de Jucá demonstra disposição em lançar uma candidatura própria em Pernambuco de oposição ao governador Paulo Câmara, complicando o jogo político para 2018.

Blog da Folha

Foto: Moreira Mariz/Agência Senado

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *