Comissão da Verdade entrega relatório final das atividades

A Comissão Estadual da Memória e Verdade Dom Helder Câmara (CEMVDHC), entregou nesta segunda-feira (25), após cinco anos de intenso trabalho e pesquisa, o relatório final das atividades. Ao todo, 51 casos foram investigados. Dentre eles, os emblemáticos do Padre Antônio Henrique, assassinado, e o de Natália Alves, estuprada e morta por agentes do Estado.

O documento, dividido em dois volumes, o primeiro com 405 páginas e o segundo com 442, detalha o perfil das vítimas, e as condições das mortes. Além de identificar autores, os integrantes se debruçaram sobre documentos, muitos deles classificados como secretos e confidenciais do extinto Serviço Nacional de Informações (SNI), a fim de obter as conclusões.

“Os resultados são diversos. O trabalho analisou 51 casos de relatoria e apresenta toda a construção histórica da política de Pernambuco e de pernambucanos que foram perseguidos durante o Regime da Ditadura em Pernambuco ou fora do Estado”, declarou Henrique Mariano, secretário-geral da CEMVDHC.

A entrega do documento ocorreu nos jardins do Palácio do Campo das Princesas e contou com a presença de autoridades de Pernambuco, entre eles o governador Paulo Câmara, o prefeito do Recife, Geraldo Julio, deputados estaduais e federais, entre outros.

 

Folha de Pernambuco

Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *