Prêmio Naíde Teodósio de Estudos de Gênero recebe inscrições

Estudantes do ensino médio e técnico subsequente, graduação e pós-graduação e professores (as) do ensino médio e técnico subsequente fiquem atentos (as). Já estão abertas as inscrições para a 10ª Edição do Prêmio Naíde Teodósio de Estudos de Gênero. Ao todo, serão pagos R$ 66,8 mil reais em premiação. As inscrições são gratuitas e vão de 15 de maio a 30 de junho. As pessoas interessadas podem se inscrever pela internet, através do link: www.secmulher.pe.gov.br ou www.facepe.br. A Secretaria da Mulher de Pernambuco (SecMulher-PE) também disponibiliza o número 0800-2818187 da Central de Teleatendimento Cidadã Pernambucana para quaisquer dúvidas. A ligação é gratuita e pode ser feita de fixo ou celular.

Pelo 10º ano consecutivo, a SecMulher-PE e parceiros se unem para estimular a produção científica na área de gênero como forma de prevenção e conscientização da sociedade de que qualquer forma de discriminação, preconceito ou não aceitação das diferenças contribuem para gerar violência.

As pessoas interessadas podem concorrer entre as modalidade Redações, Relatos e Projetos de Experiência Pedagógica, Artigos Científicos e Roteiros de Vídeos e Documentários. Todos voltados às questões de gênero.

Os melhores trabalhos serão premiados com tablets, viagens para congressos nacionais e quantia em dinheiro, que pode variar de cinco mil a 20 mil. Do total de inscrições aceitas serão selecionadas até 20 redações que obtiverem melhor pontuação, sendo 10 redações de ensino médio e 10 redações de ensino técnico subseqüente. Também serão distribuídos seis tablets para premiar relatos e projetos de professores (as) do ensino médio e técnico subsequente.

Também haverá o reconhecimento para as instituições que obtiverem o maior número de inscrição por região. Elas receberão o Certificado de Mérito Institucional.

Para estudantes regularmente matriculados (as) em cursos de graduação reconhecidos pelo MEC, em Pernambuco, serão premiados até três artigos no valor de cinco mil reais cada, concedidos pela SECTI. Para os estudantes dos cursos de pós-graduação nos níveis de especialização, mestrado ou doutorado, reconhecidos pelo CAPES, em Pernambuco, serão oito mil reais para cada um dos três premiados. Estudantes de graduação e pós-graduação podem também concorrer a um roteiro para documentário digital de curta metragem. A premiação para esta categoria é de 20 mil reais para investir na produção de um vídeo documentário.

A secretária da Mulher do Estado, Silvia Cordeiro, destaca que o prêmio foi criado para estimular o debate sobre as relações de gênero no âmbito do ensino formal, bem como nas instituições governamentais por meio dos parceiros que organizam o Prêmio Naíde Teodósio junto com a SecMuher-PE. “Fomentar a produção teórica de gênero dentro das instituições de ensino é um dos nossos compromissos para construirmos uma sociedade mais justa e igualitária para todas as pessoas”, esclarece.

O prêmio é realizado pela Secretaria da Mulher de Pernambuco (SecMulher-PE) em parceria com a Secretaria de Educação (SEE), a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI), a Secretaria de Planejamento e Gestão (SEPLAG), a Companhia Editora de Pernambuco (CEPE), a Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (FUNDARPE), Fundação Joaquim Nabuco (FUNDAJ) , o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE) e a Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (FACEPE).

Foto: Alyne Pinheiro/SEE

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *